Minha última aquisição foi esta calça jeans sarouel da M.Officer que eu estou usando muito! Por ser confortável, estilosa, por cair bem com salto ou sapatilha, ela virou uma peça coringa em meu armário desde o momento que entrou.

Estava atrás de um jeans legal ha algum tempo e, na verdade, estava pensando em um modelo mais tradicional, porém quando vi esta na vitrine da loja, ainda mais em promoção, resolvi experimentar e ver como ficava em mim. E resolvi na hora! 😉

Às vezes temos preconceitos com relação ha alguns modelos e eu sempre tive um pé atrás com sarouel, mesmo já tendo uma de alfaiataria em meu armário, então por isso acho que é importante manter a mente aberta e não ter medo experimentar peças e modelos novos, mesmo que seja para tirar em seguida e dizer: “não, definitivamente não!”.

Conhecendo meu corpo (e minha altura!), já sei que sarouel com gancho muito baixo não funciona para mim, assim como calças muito largonas ou skinny demais. E, quando arrisco um modelo diferente, uso alguns truques para equilibrar as proporções de quadril & ombro e alongar as pernas, que fazem o look ficar mais legal. Quando fazemos as nossas escolhas conscientemente, as chances de dar certo são sempre maiores, né? 😉

Voltando ao look, para equilibrar o gancho baixo (mas não muito!) e deixar o look mais charmosinho, optei pelo scarpin de onça da Luiza Barcellos (comprado na loja Anis, no Floripa Shopping) com um saltão, que também deixa a silhueta mais feminina. O quadril fica equilibrado com as mangas presunto do cardigan de tricô H&M, que usei abertinho por causa do laço dado com a faixa da calça. Por baixo, regata de algodão canelado branca Siberian, bem curingona no armário também.

O destaque do look ficou mesmo por conta do scarpin, mas quis trazer um outro ponto focal para a parte superior (alô rosto!) e, por isso, joguei esta corrente com pingente de elefante verde herdada da minha avó para complementar a produção, junto com a bolsa de couro azul da PatJullie (linda!).

O relógio-pulseira Gucci também é herdadado da vovó e o maxi-anel de agatha branca foi comprado em uma lojinha no bairro Trindade, aqui de Floripa.

E aí, gostaram? Vocês usam ou têm curiosidade de usar calças sarouel?

(Para ver todos os detalhes, cliquem na imagem para ficar maior!)

Beijocas,

Roberta