Olá queridos!

Muitas vezes quando nosso corpo muda (com aquela engordadinha ou emagrecidinha básica), quando compramos roupitchas ou acessórios por impulso, quando enjoamos de alguma peça ou quando simplesmente não conseguimos usar um determinado item de nosso armário, acabamos ficando com algumas coisas estagnadas dentro dele, o que é super normal de acontecer.

O problema é que, quando o número de peças estagnadas começa a ficar grande, a infelicidade também começa a crescer a cada vez que se abre o armário: tem-se muitas peças, porém nada para usar. Tem-se coisas lindas, porém nada cabe ou nada combina entre si. Tem-se peças novas, muitas vezes até com etiqueta, que nunca foram usadas, e nunca serão.

analisando-closet

Esse tipo de situação vai gerando cada vez mais frustração, até que o ato de se vestir acaba se tornando um martírio, um peso em nossa auto-estima e uma maneira nada agradável de começar o dia ou de se preparar para uma festa, um evento, um encontro, enfim.

Qualquer um fica deprimido se provar 3 calças e nenhuma fechar ou favorecer nosso corpo, se tiver mil coisas lindas e não conseguir montar um look legal para a ocasião com nenhuma delas e acabar indo com a produção de sempre. Quem já não passou por isso?

Sem mencionar os comentários do tipo: “Mas teu armário está cheio! Como não tem nada para usar?”

E aí pergunto a vocês: de que adianta ter um closet lotado de coisas se metade do que vemos em nossa frente não é usado? Se 40% não cabe ou não combina mais com o estilo atual da pessoa?

O ato de se vestir deve nos fazer feliz, deve ser mais do que agradável, deve ser divertido! Afinal já temos tantos problemas e momentos ruins necessários, não é mesmo?

closet-feliz

As roupas devem ser mais uma ferramenta para nosso sucesso, para nossa auto-estima ficar lá em cima e estarmos seguros de quem somos e da imagem que passamos para os outros. As roupas e os acessórios são uma ferramenta de expressão, e a mensagem que queremos e precisamos passar deve ser positiva, autêntica…deve ser você, né?

O ato de abrir o armário de manhã é o momento de pensar positivamente sobre o dia que queremos ter e de nos prepararmos para ele, escolhendo o traje que melhor se encaixa nos momentos que passaremos e como queremos ser vistos pelas pessoas que encontraremos.

Pensem nisso e tomem coragem para mudar, caso estes últimos 3 parágrafos não forem pelo menos um pouco verdade para vocês.

Pensem que é melhor ter um armário com poucos e bons itens, coisas de qualidade e que irão favorecer você do que lotado de coisas inúteis, que só prejudicam a visibilidade e deprimem. Pensem que espaço físico é também espaço mental para mudanças e coisas novas, para coisas boas!

Façam uma limpa, analisem criticamente suas peças, provem, criem looks, reciclem, procurem inspiração em livros e revistas, aqui no blog, conversando com amigos. Comprem conscientes da necessidade e do que já possuem no armário e com foco, sempre.

compras-felizes

Doem!

Tem tanta gente sem nada para vestir neste mundo…não faz sentido ficarmos com estes “lixos” em nossas vidas se eles podem suprir a necessidade ou significar uma felicidade para outras pessoas.

E claro, se precisarem de um help, estou aqui! 🙂

Beijocas,

Posts relacionados: