Fazendo consultoria com uma cliente na semana passada, nos deparamos com um desafio de organização: no armário dela não havia espaço para as bijoterias, que ficavam guardadas em porta-joias separados, fechadinhos, não permitindo a visualização das peças. Os lenços e os cintos também estavam amontoados, sem podermos saber a quantidade ou que tipo de peças que eram.

A consequência?

Inúmeros colares, brincos e pulseiras sem usar, alguns repetidos, outros antigos e sempre a impressão de que não tinha nada para coordenar com determinado look. Dos lenços e cintos, muitos sem usar e outros que já deveriam ter ido embora faz tempo.

Parece familiar?

Achamos porém algumas soluções super legais para ela, que podem servir de exemplo para vocês também. Vejam só!

1. O primeiro passo da organização é sempre fazer AQUELA limpa. Então colocamos a mão na massa e analisamos francamente cada peça, cinto, lenço e deixamos somente aquilo que ela realmente iria usar e que tinha a ver com o momento dela.

2. Nas portas do gurda-roupa, ao invés de arames com cintos, colocamos ganchinhos adesivos (iguais a este aqui – tem também na Millium, Multicoisas e outras lojas de utilidades), onde foram acomodados organizadamente os colares mais longos, correntes e afins. Em cada ganchinho colocamos no máximo 3, para que ficasse bem fácil distinguir cada peça.

Se você puder ter um cantinho para colocá-los à vista, vale substituir os ganchos por puxadores antiguinhos (como na foto do detalhe!). Tem uns de porcelana e cristal lindos na Le Lis Blanc Casa e, nos EUA, a Anthropologie é uma perdição para encontrar estas coisinhas. Vai ficar super charmoso! Vou fazer um post depois com outras ideias fofas para guardar bijoterias, ok?

Bandejinhas de veludo para colocar nas gavetas são super práticas também. Encontre-as em lojas de produtos para lojistas em uma pesquisinha básica internet!

3. Pedi que ela comprasse cestas de plástico furadinhas (destas da Coza ou similar) para acomodarmos os lenços. Separamos por tipo (lenço quadrado, echarpe, pashmina) e por cor e organizamos todos enroladinhos dentro das caixas, em pé. Ficou uma graça e agora é possível ver cada um, ou seja, não tem mais desculpa para não usá-los no dia-a-dia.

Teve outra cliente que se inspirou e comprou uma cesta de vime com forro em tecido, mas estas só recomendo para quem não tem umidade em casa, já que as de plástico não absorvem o mofo e podem ser limpas mais facilmente.

4. Ela comprou ainda um organizador de cintos (tipo colméia, tem aqui!) por contra própria e organizou os cintos enrolados em uma das gavetas que liberamos durante a limpeza. Ficaram super bem acomodados!

5. Fizemos uma triagem nos anéis e usamos uma das bandejinhas do porta joias para organizá-los à vista, assim ela poderá ver quantos tem e, principalmente, que para comprar um novo, terá que tirar um antigo de lá!

6. Os brincos ainda ficaram nos porta-joias, mas agora organizados por tipos (mais longos, curtinhos, de festa, etc.). Assim, para o trabalho ela só tem que abrir o porta-joias de trabalho, para o final de semana o de final de semana e os brincos de festa, aqueles mais  chamativos e maiores, não ficam atrapalhando as peças de uso mais frequente.

Fora que as quantidades diminuiram bastante, já que a grande maioria nem era usada faz tempo, o que ajuda muito a visualizar o que ficou!

Ao final, “uma sensação incrível de alívio”, nas palavras da cliente. Alívio não só pelo que tiramos, que ela nem usava e estava “empacando” o restante, mas pelo ar organizado que ficou no armário, o que faz a energia fluir muito melhor e mais leve em todo o ambiente. E é fato que um guarda-roupa organizado dá mais gosto na hora de se arrumar, né?

Agora sim ela consegue ver o que tem e vai ficar muito mais fácil montar looks super variados, interessantes e com muito mais eficiência!

Bora se inspirar pra organizar seus acessórios também?

Beijos,

Roberta Carlucci