Aproveitando que o verão está a todo vapor e período de férias chegando,  para falar a respeito de uma condição que incomoda muita gente (e que costuma piorar nessa época do ano!!): o melasma. É queixa muuuuuito frequente no consultório!  Saiba mais a respeito disso e não deixe de enviar suas dúvidas ou comentários!

O que é?

É uma alteração da pele que se manifesta por manchas escuras na face. É uma forma de hiperpigmentação. Quando surge na gravidez – a “máscara da gravidez” – denomina-se cloasma. A maioria das pessoas apresenta manchas na face – bochechas, testa, dorso do nariz, região do buço. Mais raro é o acometimento de outras áreas, como pescoço e braços. Afeta bem mais as mulheres que os homens.

O melasma NÃO é uma doença perigosa pra saúde, mas traz um prejuízo à qualidade de vida muito grande, pelo seu comprometimento estético.  Além disso, é uma condição recorrente (que vai e volta) e cujo tratamento pode ser difícil. Dermatologistas podem facilmente reconhecer a doença examinando a pele. Em alguns casos, nos quais as manchas tem um padrão que pode ser confundido com outras doenças, o seu dermatologista pode fazer uma biópsia (retirar um pequeno fragmento da pele para exame) para confirmar o diagnóstico.

Por que o melasma aparece?

Ainda não se conhece tudo a respeito da sua origem, mas sabe-se que alguns fatores estão implicados:

exposição solar

– fatores hormonais (gravidez, uso de anticoncepcionais),

– fatores hereditários,

– agressão da pele (reações alérgicas, inflamação da pele),

– uso de medicações que aumentam a sensibilidade da pele à luz.

– A radiação ultravioleta (luz do sol ou câmara de bronzeamento) é fundamental para desencadear ou agravar este processo.

O que fazer para evitar o melasma?

Já que ainda não existe cura para o melasma o melhor é se prevenir. A principal coisa a se fazer é evitar exposição solar prolongada e usar filtro solar. Procure utilizar um filtro solar com fator de proteção acima de 30, de preferência com cor ou que contenha filtro físico (dióxido de titânio). Lembre-se que se há luz, há radiação. O uso do filtro deve ser feito mesmo nos dias nublados e durante o inverno.  Lembre-se de seguir à risca os cuidados recomendados pelo seu dermatologista.  Isto é importante na prevenção e também no tratamento. Essas medidas por si só já ajudam a clarear as manchas.

E como é feito o tratamento?

Existem vários tipos de tratamento e o seu dermatologista escolherá a melhor opção pro seu caso. Normalmente este tratamento é feito inicialmente com substâncias despigmentantes (clareadores), aplicadas diretamente na pele. Em alguns casos a melhora é difícil e é necessário persistir por vários meses para se obter um bom resultado.  Dentre eles : hidroquinona, tretinoína, ácido azeláico, ácido kójico, etc. Pode-se utilizar peelings químicos de ácido retinóico, ácido glicólico, entre outros. A luz pulsada é um tratamento que também pode ser feito quando os tratamentos iniciais não surtiram o resultado almejado. Surgiram recentemente no mercado  lasers que tem o objetivo de destruir o pigmento tentando agredir o menos possível a pele, tendo em vista que a agressão pode piorar as manchas. Esse tipo de tratamento pode ser tentado nos casos refratários de melasma.

O objetivo do tratamento é evitar o surgimento de novas manchas, reduzir e clarear as manchas existentes. O cloasma gravídico pode desaparecer sozinho após o término da gestação, sem tratamento. Mas em alguns casos pode permanecer ou voltar a aparecer. Muitas pessoas tem as manchas por anos, ou até mesmo pelo resto da vida.

O mais importante é a conscientização do paciente quanto ao acompanhamento dermatológico regular e quanto as fatores desencadeantes, evitando a radiação solar e utilizando um bom filtro. É muito importante também saber que às vezes vários tipos de tratamento devem ser associados para um melhor resultado, e que em algumas vezes, as manchas clareiam mas não desaparecem completamente. Por não ter cura ela pode retornar a aparecer.  E nenhum tratamento é efetivo sem a proteção solar adequada!

Siga as orientações do seu dermatologista e aproveite o verão sem abusar do sol. Neste fim de ano só alegria, entusiasmo e muito filtro solar!

Feliz natal e um ótimo 2013 pra vocês!