Neste quarto dia, depois da festinha de boas vindas que foi MUITO boa (foto acima), regada a muito champagne, clericot e canapés, o dia começou com Xabier, nosso querido profe de make, dando mais algumas dicas, agora focadas em passarela e nas dúvidas específicas que íamos jogando pra ele.

O make de passarela é uma outra história mesmo, muito mais exagerado e feito com a técnica “passa, apaga o que não ficou bom” pois não precisa ser tão perfeita desde o início como seria um make para um editorial por ex, onde as fotografias podem ser de mais perto, pegando eventuais imperfeições. Ele disse que as tendências mais fortes atualmente são as grafic shapes, bem pintadas mesmo ou com efeito de cola, molhado. Na última temporada ele disse que também fez muitas makes com influências de mangá (reafirmando a tendência oriental que continua em alta), com olhos gigantes levemente puxados, lábios vermelhos e muito pó branco!

(Na foto: Xabier fazendo o make na nossa colega australiana. Reparem nos olhos mangá dela, cliquem na foto que fica grandona!! No detalhe, Philippo o prof. de história da moda que acompanhou a aula. Adorei a camiseta do Xabier, com a gravata estampada!)

Fora isso, algumas dicas quentíssimas que compartilho aqui com vocês:

Como saber onde parar de maquiar o olho?
Com os olhos abertos, olhando para frente, marque o ponto mais alto onde acabam os cilhos. Trace uma meia lua imaginária partindo desse ponto e, quando aplicar a sombra, este será o limite que ela não deve ultrapassar!

Efeito “wing eye”
Esse efeito é aquele quando a sombra na parte exterior do olho acabe em uma linha que sai do canto do olho e termina no canto da sombrancelha.
Para fazer esse efeito, trace uma linha imaginária entre o nariz, canto externo do olho e canto externo da sombrancelha. É nessa linha que a sombra deverá acabar.

Lápis branco x preto
O lápis branco traz um olhar mais vertical, abrindo mais os olhos. É ótimo para quem tem olhos pequenos e quer aumentá-los.
Já o lápis preto dentro dos olhos faz um olhar mais sedutor, alongando-o horizontalmente.

Lábios vermelhos perfeitos!!
Qualquer mulher pode ficar linda de lábios vermelhos, ainda mais aqueles perfeitos, super bem preenchidos e hiper sexys!
O truque, segundo Xabier, está nas muitas camadas!!! Os passos são esses ó:
1. O shape: com um lápis vermelho, preferencialmente do mesmo tom do batom ou o mais próximo que você conseguir, trace um X no lábio superior, partindo de cada dobrinha.
2. Usando a lateral do lápis, contorne o lábio inferior, desenhando-o. Faça o desenho várias vezes, criando diversas camadas de lápis.
3. Se quer um lábio super preenchido, pinte o restante da boca com lápis também, preenchendo todo o espaço interno do contorno.
4. Aplique pó com pincel no lábio todo, até quase desaparecer o vermelho do lápis.
5. Após o pó, aplique o batom vermelho com o pincel apropriado, passando várias camadas também, até que fique perfeito!

Agora, ponha AQUELE vestido lindo e arrase! 😉

Dica rápida para levantar os olhos
1. Aplique uma sombra clara (branca ou rosinha bem claro) na parte inferior do olho, na parte que você quer levantar.
2. Depois, passe o lápis branco somente na parte baixa que você quer levantar.
Ele fez esse efeito na aula pra nós e funcionou viu gente!!! Maquiagem fazendo lift!! Adoro! 🙂

Bom, depois da aula de make, mais uma de história da moda, agora dos anos 30: nazismo e facismo, Greta Garbo (na foto), o surgimento das estrelas de cinema, o glamour, o escapismo na moda, os figurinistas (costume designers), as ombreiras de Joan Crawford que viraram o POWERSUIT que foi o grande trend da década de 30, o início da estinção de animais devido ao vasto uso de peles, o surgimento do viés, Elsa Schiaparelli e seu surelalismo e pink, os primeiros make up artists com a família Westmore, Marlene Dietrich, cabelos loiro platinum, chapéus, ternos e sapatos masculinos para mulheres e muito mais.
Nos próximos posts vou começar a falar de história da moda do séc XX e vou detalhar tudinho pra vocês. Eeeeeeeeeeeeeee!!

Bom, é isso por hoje, amanhã tem mais!!

Beijocas!