Bom, ao final do post sobre o terceiro dia, acho que podemos dizer que identificamos peças e cores recorrentes que podem indicar algumas tendências para o próximo inverno.
A calça do momento é a arredondada no quadril e afunilada no tornozelo (chamados de separates? Ou seria jodhpurs ou clochard?) em estilo montaria mesmo, que veio em praticamente todos os desfiles até agora.

A calça nos desfilesSanta Ephigênia, Cavendish,
Walter Rodrigues e Maria Bonita Extra

(Clique na imagem para ver maior)

Se for adotá-la em seu guarda-roupas, lembre-se de fugir de quaisquer outras peças que lembrem montaria e opte por blusinhas mais sequinhas e ajustadas, sempre usando-as por dentro para marcar mais a cintura. Vale misturar com uma blusa clássica de cetim, com camisa pólo ou até regatinha de algodão. Pode completar o look com scarpins, sandálias ou a confortável sapatilha, mas para nós mortais recomendo um salto para não ficar com a silhueta achatada.

Ah, eu pessoalmente não acho que vão ficar boas em pessoas de quadris largos (como eu!) mas vale provar na loja para tirar esta dúvida (eu achava o mesmo da sarouel mas quando provei acabei amando!).

As cores do Fashion Rio foram definitivamente o preto e o cinza, com alguns poucos violetas e vermelhos alaranjados (lembram do mertiolate?).

Aposte com certeza também nos tricôs, desde pontos finos (TNG, Tessuti) até peças mais rústicas como mostradas no defile da Redley.

Os macacões, que já tinhamos visto desde o inverno passado, também estão com tudo, agora ainda em versões alfaiataria e mais ajustados no tronco.

Macacões nos desfile da Cavendish, TNG,
Santa Ephigênia e Maria Bonita Extra
(Clique na imagem para ver maior)

Com certeza os maxi-colares vieram para ficar e continuaremos usando por algum tempo. Vimos até agora em poliéster (Santa Ephigênia), pena e madeira (Cavendish) e sementes (Maria Bonita Extra). Também tinha um mais comprido no desfile da Mara Mac.

Porém maxi-colares merecem cuidado. Para não pecar pelo excesso, opte por blusas lisas, brincos pequenos/discretos e poucos outros acessórios. O ideal é que ele seja o destaque da roupa, sem ter que “brigar” com outro elemento pela atenção. Pode jogar mais algum detalhe no sapato se quiser, como na foto da Santa Ephigênia acima, que fica bem longe do colo e não chega a interferir.

Por fim, muito cintinho para marcar a cintura, rendas e transparências também fazem deste inverno uma estação de mulheres femininas, para mim muito inspirada na “Bonequinha de Luxo” Audrey Hebpurn, mas com os toques masculinos da alfaiataria.

Vamos continuar vendo o que vem por aí nestes últimos dias de Fashion Rio e também no São Paulo Fashion Week, que começa no próximo dia 18.

Beijocas!