Olá queridos!

No quarto dia de Fashion Rio (quarta f.) desfilaram as marcas Printing, Marcella Virzi, Cláudia Simões, Graça Ottoni, Apoena e a carioquíssima Cantão.

A Printing, apesar de estar pela primeira vez no Fashion Rio, já tem 14 anos de mercado e já vende suas peças em lojas conceituadas como Sak’s e Barney’s, em NY. A marca é especializada em vestidos de festa e nesta coleção mostrou ótimas opções para o dia e para a noite, além de terninhos com blazers ajustados, camisas estruturadas e a calça masculina do momento.

Usando em sua maioria cetim e seda, as modelagens eram ajustadas, sem excessos e super elegantes.


A cartela de cores foi sofisticada misturando bastante marrom e preto e alguns looks em verde como o do vestido acima, vinhos e azul marinho. As cinturas marcadas e os olhos à la Audrey Hepburn davam um toque extra-feminino aos looks, completados por maxi-colares, ankle boots e chapéus-toca dos anos 20.

Já Marcella Virzi fez uma coleção que eu gostei muito, super usável com ótimas opcões de vestidinhos curtos e roupitchas para trabalhar.

Claro que, se formos pensar que sua inspiração foi o artista conceitual Matthew Barney (marido da Björk), não achei que teve muito a ver, mas anyway, eu adoro ver roupas bonitas, bem cortadas e acabadas que são uma inspiração para pessoas “de verdade” como nós!


Baseada na alfaiataria, a coleção veio em preto, branco e dourado, com muitas peças em estampas vazadas, ótimas opções de casacos, calças e camisas de cetim, bermudas e bordados dourados (lindos!). Fora o make e os cabelos, que foram um caso a parte: super elogiados por aí, os cabelos desfiados e bagunçados e o make “nude” são tendências que vieram para ficar e foram executados com maestria pelo it-maquiador Max Weber.

A coleção étnica da Cantão foi aplaudida de pé pelo público e muito elogiada pela crítica. Eu sou suspeita porque sempre adorei a Cantão e suas peças coloridas, dispretensiosas, no melhor jeitão carioca e perfeitas para um Guaraviton com biscoito Globo no final da tarde à beira-mar. Ah…




Com influências claras da cultura gaúchas e indígena e intenção de fazer um mix de etnias de todos os lugares do mundo, a coleção teve calças bombacha (aquelas mesmas que vimos em váaarios outros desfiles neste Fashion Rio, estilo clochard), estampa em zigue-zague, ponchos, casacos peruanos, botas cowboy, colares de pena, vestidos esvoaçantes, estampas de penas de pavão (LINDAS!), xadrez, tie-dye e jeans “sujos” em forma de macacões, shorts, saias e calças. Foi meu desfile preferido até agora!

A coleção de Cláudia Simões, que também estréia no Fashion Rio, teve como tema azulejos portugueses e cultura moura, e foi feita em parceria com Luciano Canale da Santa Ephigênia.

Bordados imitando azulejos portugueses de Cládia Simões

Com ênfase nos ombros e cintura, o destaque foi mesmo para os bordados que estamparam saias e vestidos ao final do desfile e imitavam os azulejos portugueses. Calças “bombacha” e saias balonê também fizeram parte dos looks com muito tricô, estampas anos 70 e preto. Confiram!




A marca Apoena está pela terceira vez no Fashion Rio e é composta pela estilista Kátia Ferreira e suas 500 artesãs da periferia de Brasília. Como estamos falando de artesãs, era de se esperar muito trabalho manual como fuxicos, bordados, apliques de contas, alças de miçangas e tubinhos, coletes e suéteres de ricôs.


Além de comandar o trabalho das artesãs, Kátia também transformou alguns bordados em estampas digitais que aparecem em vestidos soltinhos e camisas de seda durante o desfile. Outras estampas interessantes que apareceram foram a de losango (Argyl), escamas (com fuxico e digital) e de onça.

Graça Ottoni fechou este 4o dia de Fashion Rio e buscou inspiração em sua própria história para desenvolver peças para um inverno ameno carioca, mulheres atuais, femininas e, porque não, românticas!



Com saias, blusas e vestidos esvoaçantes, estampas phyton, floridas e de folhagens, a coleção conta ainda com casacos de abotoamento duplo, blazers (o de barra dourada é maravilhoso), saias e vestidos balonê curtíssimos ou vestidos longos com fendas generosas, calças com barra abaixo do joelho e muita, mas muita transparência.

Beijocas!