Olá queridos!

Finalmente vou contar para vocês um pouquinho sobre a palestra maravilhosa que o estilista Ronaldo Fraga fez no último dia da segunda edição do Donna Fashion DC de 2009.

Durante a palestra, Ronaldo nos contou um pouco de sua história e mostrou 4 dos principais desfiles de sua carreira, contando como a idéia começou e como foi o desenvolvimento de cada coleção.

Foi daquelas palestras em que é impossível piscar os olhos por medo de perder qualquer detalhe. Se eu já admirava Ronaldo por sua criatividade e abordagem de temas super importantes, agora o admiro ainda mais também por sua inteligência, sua maneira sensível de ver o mundo e, claro, sua simpatia.

ronaldo-fraga
No início da palestra, sua história de vida.

“Moda é informação, transformação em quem achávamos que não éramos, uma continuação de quem somos”, diz ele. “É o documento mais eficiente do tempo em que vivemos, uma digital aplicada no tempo”. Não faz todo o sentido do mundo?

Ronaldo Fraga é um dos principais estilistas brasileiros e em todas as suas coleções mostra um pouco de seu mundo, de características únicas, ultra criativo e iterativo.

Ele nasceu em 1967 em Belo Horizonte e ainda jovem percebeu seu talento para o desenho. Como ainda não sabia o que fazer com este dom, fez milhares cursos diferentes de desenho nas mais diversas áreas (ele disse que fazia qualquer curso de desenho em BH que fosse gratuito, não importando o tema!) e uma hora foi parar em um curso de desenho de roupas para as lojas de tecido locais.

Como se formou com destaque, acabou conseguindo um trabalho na loja. Lá, as mulheres traziam as revistas com os modelos que desejavam copiar, compravam os tecidos e pediam para Ronaldo desenhar o que queriam para ser passado para as costureiras.

E assim Ronaldo Fraga entrava para o mundo da moda.

ronaldo-fraga-ii
Respondendo as perguntas da platéia.
Dá para me ver na foto, quem consegue me achar? 😉

A partir daí ele se formou em estilismo pela UFMG no início dos anos 90 e foi se aprimorar no exterior, tendo em seu currículo a Parson’s School em NY e um curso de chapelaria no Central Saint Martins em Londres.

Em 1996 voltou ao Brasil e, após participar por 3 anos do Phytoervas Fashion ganhando inclusive prêmio de estilista revelação, abriu sua marca própria em 1997. Em 2001 entrou para o SPFW, a principal semana de moda do país, onde está até hoje.

Abordando temas dos mais diversos, incluindo temas sociais, de questionamento de costumes ao isolamento dos mais velhos, inspirado por músicas, viagens, livros e lembranças, Ronaldo produz roupas para “pessoas que possuem domínio da própria história (…) de adolescentes a senhoras”.

As coleções que Ronaldo mostrou para nós foram: A China, Loja de Tecidos, São Francisco e Tudo é risco de giz.

Em A China, o se inspirou em sua viagem para o país e em como existem influências dessa cultura em nosso dia-a-dia. Para o desfile, a idéia era um refeitório em uma mega empresa chinesa onde os empregados trabalham e comem alheios ao restante do mundo e o que acontece nele.

ronaldo-fraga-i
Ao final, recebendo o quadro de Luciano Martins. Ficou uma graça, não?

Em Loja de Tecidos, Ronaldo volta às origens e se inspira no começo de sua carreira. No release do desfile ele diz que “não foi em Parson’s em NY, na Saint Martins em Londres ou no curso da UFMG em BH que aprendi o muito do pouco que sei no que se refere a ouvir a voz, entender a alma e dialogar com os panos. Agora que completo 25 coleções, vasculho a história de minha formação e vou até o meu primeiro emprego, em uma loja de tecidos”.

Em São Francisco o estilista mergulhou no universo que envolve o caminho e as lendas do Rio São Francisco, e também a polêmica de sua transposição. As tigelas de sal que ficam no caminho das modelos durante o desfile mostram a crítica de Ronaldo e o aviso de que o rio pode sofrer muito com este projeto.

Já Tudo é risco de giz foi inspirado na obra GIZ de Álvaro Apocalypse e fala dos sentimentos de desamparo e abandono, do novo como início e do velho como o fim.

Na passarela, bonecos fantoche davam um clima mórbido ao desfile que foi estrelado por velhos e crianças para mostrar em todos os momentos a idéia de tempo que também estampa a coleção. Esta coleção emocionou a todos e foi, segundo Ronaldo, “a coleção em que se sentiu mais vivo”.

A última coleção desfilada agora no último SPFW foi ispirada na Disneylandia de Ronaldo, que é a própria América do Sul. Vejam o vídeo abaixo:

Para ver todos os desfiles e ler os releases na íntegra, visite o site do Ronaldo Fraga, aqui.

As fotos dos desfiles podem ser vistas com melhor qualidade no Flickr do estilista, aqui.

E o blog do Ronaldo é passada imperdível para quem quer ficar por dentro de seus projetos e saber mais sobre moda, cultura e tudo mais. Acesse o blog aqui.