Olá queridos!

Compartilho com vocês o artigo do jornal Folha Metropolitana de Guarulhos sobre as tendências de bolsas para o verão 2010, para o qual contribuí no último sábado.

folhametro-ii

folhametro-i
Cliquem nas imagems para ver maior.

Para vê-lo em original visite o site do jornal e escolha a edição do dia 2 de Outubro. O artigo está nas páginas 7 e 8.

Abaixo, a entrevista que gerou o artigo na íntegra, com exclusividade para o blog:

1. Folha Metropolitana: O que será tendência neste verão? Bolsas de qual tamanho, modelos e alças?

Roberta Carlucci: Para o verão as maxi-bolsas foram substituídas pelas bolsas médias, mini e carteiras. A alça mais em alta é a de corrente inspirada em Chanel, mas estamos vendo também algumas alças de osso (mais curtas) e em couro tramado.

Aliás, não teve marca de acessórios que não se inspirou em Chanel: Arezzo, Schutz e Bobstore, entre outras, fizeram bolsas em couro matelassê com alças de corrente nos mais variados tamanhos e materiais. Se depender das fashionistas de plantão, esta tendência não terá fim tão cedo.

2. FM: Quais são os materiais em evidência?

Roberta Carlucci: Atualmente não temos tido regras, ou seja, as marcas tem feito de tudo um pouco. Porém as correntes são o material principal, e vem tanto em alças quanto aplicadas no corpo da bolsa. 
Também temos visto muitas bolsas transparentes feitas de tela ou plástico e, claro, de tecido. As taxas e pedrarias continuam com tudo e adornam bolsas dos mais diversos estilos, além do couro metalizado, em tramas ou tranças com o couro natural.

3.FM: Quais são as cores e estampas que farão sucesso?

RC: As cores nude, ou cores da pele, estão na linha de frente na moda como um todo e os acessórios são uma forma bastante segura e inteligente de usar esta tendência. Aposte em tons pastel, bejes e rosas açucarados.
Em contra-ponto, também vemos os flúors, que normalmente aparecem em detalhes ou em carteiras e bolsas menores. Misturá-los com os nudes é uma maneira ótima de quebrar um pouco seu efeito chamativo.
As estampas de bichos, que antes eram mais focadas nas onças, hoje são em sua maioria inspiradas em cobras e zebras, porém use-as em detalhes e com moderação.

4. FM: Bolsas de tecido são bem vindas no verão?

RC: São sim, especialmente para os momentos de lazer e para a praia. Além de mais leves, permitem o uso de estampas e detalhes que no couro não combinariam. A Triton, por exemplo, está com bolsas de lona no estilo navy perfeitas para as férias no litoral.
Porém, como o tecido deixa a bolsa mais informal, evite-as em ambientes de trabalho, especialmente nos mais tradicionais.

5. FM: Carteiras de palha e artesanais também são bem vindas neste verão?

RC: Sim. Estes materiais foram moda nos anos 70 e voltam com tudo neste verão. As de crochê, de tecido e também em couro imitando palha já podem ser vistas nas vitrines do país.

6. FM: A bolsa do trabalho pode ser levada para a balada? (A mesma bolsa pode ser usada de dia e à noite?)

RC: Como as bolsas em geral estão menores nesta estação, fica mais fácil fazer esta transição. Uma bolsa média ou pequena pode tranquilamente ir do dia para a noite se for prática e combinar com a produção do restante do look.

7. FM: Quais são os cuidados que as mulheres devem ter ao combinar a bolsa com o look?

RC: Hoje em dia não existe mais aquela regra de combinar a bolsa com o sapato e o cinto, então vale ousar e usar a criatividade.

Entretanto, a bolsa não deve se chocar com os elementos de destaque do look. Se a bolsa for extravagante ou de uma cor chamativa, opte por uma coordenação mais discreta no restante. Se o look já possuir muitas estampas ou brilhos, escolha uma bolsa mais neutra, que irá somente complementar a produção.

8. FM: As bolsas para este verão virão acompanhadas com qual tipo de acabamento? Fivelas, metalizados, envernizados?

RC: Os metalizados estão muito em alta e inclusive estão sendo muito usados durante o dia também. Temos visto muitas taxas e verniz (no melhor estilo rock’n’roll e vamp), franjas e camurça (lembrando uma moda mais safari), além do couro matelassado eternizado por Coco Chanel.

9. FM: Qualquer tipo de bolsa combina com qualquer tamanho e biótipo de mulher, ou é preciso tomar cuidado?

RC: Mulheres mignons devem evitar bolsas muito grandes, assim como mulheres muito altas ou de estrutura grande não são favorecidas por bolsas pequenas demais. Se a bolsa aparecer mais que a pessoa ou desaparecer completamente, opte por outro tamanho ou modelo. Deve-se sempre levar em conta a proporção.

Ao mesmo tempo, pessoas com quadris largos devem evitar bolsas que chamem a atenção ou façam volume na região (por exemplo bolsas transpassadas que fiquem penduradas na altura dos quadris) e pessoas de seios grandes devem fugir das bolsas com alças curtas demais, que provocam o mesmo efeito.

Na dúvida, opte pelos modelos médios e clássicos, que são versáteis e combinam com a maior parte dos estilos e personalidades.

Beijocas!