Durante o chat para o Hagah no mês passado (quantos posts este chat rendeu, heim?), muitas pessoas me perguntaram quais são as peças que considero essenciais no guarda-roupa feminino.

Sempre evito fazer estes tipos de listinhas, pois acho que o guarda-roupa essencial varia de acordo com o estilo pessoal e de vida de cada indivíduo. Porém, para vias de referência, resolvi falar sobre as peças que considero básicas, pois facilitam bastante a vida das mulheres que trabalham das 8h às 18h em escritório de dresscode semi-formal (o mais comum hoje em dia) e que possuem um estilo mais elegante, que pode ganhar twists com facilidade através de acessórios e dos atualizadores certos.

São nestes itens que indico às minhas clientes investir uma parte mais gordinha de seus orçamentos sem medo, pois são peças atemporais, versáteis e que ainda por cima combinam entre si!

Confiram!

Uma camisa branca incrível

Uma camisa branca que vista seu corpo perfeitamente (nada de justa, por favor!), com punho larguinho, botões de madre-pérola e de tecido nobre como seda, crepe, linho ou de algodão bem fininho, é essencial no guarda-roupa de qualquer mulher.

Com um ar despretensioso, porém naturalmente refinado, a camisa branca foi imortalizada por Coco Chanel e popularizada por ninguém menos que Audrey Hepburn. Preciso dizer mais?

Use-a para criar um estilo preppy com um suéter de tricô gola V, romântico se usada com cardigan abertinho ou despojado com calça jeans e sapatos oxford, ou para um look elegatérrimo com calça de cintura alta ou aquela saia lápis que tem um quê de sexy, enfim, dê a ela a sua cara dentre as mil e uma que ela pode ter (ou mais!).

Não é fácil achar um modelo liso, sem nenhum babado, nenhum detalhe, nenhuma gola diferente. Mas vale à pena procurar, porque a camisa branca clássica nunca, mas nunca vai sair de moda.

Onde procurar:

  • Dudalina
  • Calvin Klein
  • Michael Kors
  • Reinaldo Lourenço
  • Daslu

Uma ótima calça preta

Acho que uma calça preta de alfaiataria é essencial para quem trabalha com guarda-roupa social e também para quem não! Ela quebra galhos super de última hora e com certeza combina com 90% das blusas e dos sapatos que você possa ter no armário.

Com sapatilha ou all star e t-shirt para o cinema no final de semana, com scarpin e blazer para o trabalho, com sandália e blusinha de paetês para uma baladinha com os amigos, ela é uma peça curinga, ou seja, um ótimo investimento.

Procure modelos de boa qualidade, de tecido plano (algodão, crepe ou lã) e com caimento perfeito para você. As retas, de bolso faca e bainha italiana são as mais clássicas e mais elegantes.

Onde procurar:

  • Hugo Boss
  • Calvin Klein
  • Reinaldo Lourenço
  • Cori

O seu LBD

O Little Black Dress, ou melhor, o nosso pretinho básico, é o vestido para ser levado para qualquer viagem, para ser usado naquele evento de última hora, do trabalho ao jantar com os pais do namorado. É aquele que você tem certeza que a deixa mais bonita e que, se tudo falhar, é ele que você vai tirar do armário!

O pretinho básico não é justo nem largo, não é decotado e nem fechado demais, não é curto demais e nem longuete. Ele é exato, em todos os sentidos.

Para esta peça não existe um tecido ideal, pois vai depender do seu estilo e preferência, mas fuja de malhas, jérseis e das bandagens, pois o LBD deve ter um ar mais clássico e nobre, podendo ser usado com sapatilhas à scarpins para looks elegantes sem esforço.

Onde procurar:

  • Zara
  • Maria Bonita Extra
  • Diane von Furstenberg
  • Mochino
  • André Lima

Cardigans e mais cardigans

Ainda mais do que os suéteres de tricô, acho que os cardigans são essenciais no guarda-roupa feminino. Eles podem ser usados substituindo os suéteres quando fechadinhos (com a vantagem do “abotoamento alongador”), abertinhos sobre vestidos, camisas ou simples blusinhas de algodão, além de servirem sempre como 3as peças mesmo quando simplesmente jogados por cima do ombro, subindo a formalidade de qualquer look, por mais simples que seja.

Os de caschmere são os mais nobres e mais quentinhos, porém você também pode investir em fios de lã ou de algodão mais fininhos para usar nos dias mais quentes sem medo. O importante é ele estar sempre impecável, sem manchas, vincos ou bolinhas de uso.

Invista primeiro em um preto ou marinho, e veja o que o seu guarda-roupa vai pedindo a seguir. Os com estampa de onça estão super em alta, e os de botões dourados nunca sairão de moda…

Onde procurar:

  • Gap
  • Chanel
  • Cori
  • Bobstore

O jeans perfeito

Toda a mulher precisa ter um jeans que seja praticamente feito para ela. Aquele que valoriza os pontos fortes e camufla os defeitinhos, que segura a barriguinha, levanta o bumbum, que não sobra nem falta, que sempre recebe elogios.

O jeans perfeito deve ser aquele que cai bem em todos os ambientes, seja ele de trabalho ou nos dias de lazer. Por isso, recomendo que seja preferencialmente reto, de lavagem mais escura e sem “efeitos informalizadores”, como manchas, rasgos e afins. Ele pode conter um pouco de elastano, porém não deve ser justo e nem de cintura baixa, que normalmente não valoriza ninguém!

É uma tarefa super difícil achar este jeans perfeito e requer uma enorme paciência, porém vale à pena, pois ele vai se tornar o seu companheiro inseparável, sem dúvida nenhuma.

Onde procurar:

  • Diesel
  • Replay
  • 7 for all Mankind
  • Forum
  • Levi’s

Cliquem aqui para acessar a parte 2.

Beijocas,

Roberta Carlucci