Maxi-brincos de Marc Jacobs, Lanvin e composição de argolas douradas.


Devido a crise econômica que estamos vivendo, as roupas que encontramos nas araras são mais discretas, clássicas, monocromáticas e com silhuetas mais simples.



Com isso, o que se viu nas passarelas internacionais durante os desfiles para a primavera foi uma epidemia de maxi acessórios, em especial os maxi-brincos, ou “statement earrings” como o povo “do lado de lá” gosta de dizer.

Brincos de Zac Posen, Vivienne Westwood e Marc Jacobs nos desfiles em Paris

Teve pedras gigantes nas orelhas das modelos no desfile de Alber Elbaz para a Lanvin, teve os colares de conchas e argolas enormes de Stella McCartney, até Jill Sander entrou na moda com um pino tipo piercing com cristais, Zac Posen com suas moedas e correntes, e até Vivienne Westwood.

Brincos do desfile da Louis Vuitton na última semana de moda em Paris

Marc Jacobs, que esteve no Brasil esta semana, apostou em argolas e espirais cheias de pingentes coloridos de plástico, madeira e couro, inspirados na cultura africana para a Louis Vuitton e cheios de franjas para sua linha própria.

Angelina Jolie no Oscar 2009

No Oscar também vimos os destaques para os brincos, o exemplo mor sendo Angelina Jolie com suas gemas de esmeralda, lembram?

Claro que porque está na moda não quer dizer que todas agora tenham que usar, mas vou confessar que um brinco com personalidade, lindo e poderoso, levanta o humor de qualquer uma né? É sexy, é feminino, é glamuroso, exótico…o que se pode querer mais?

Claro que não é permitido esquecer que os brincos emolduram o rosto, significando que qualquer gafe ou erro na proporção ou cor do acessório pode acabar com o visual justamente na parte do corpo que é mais exposta. E isso não pode acontecer, não é mesmo? Por isso todo o cuidado é pouco. Mas, para aquelas que querem arriscar, sigam lendo as regrinhas básicas para o sucesso total deste acessório!

Brincos da coleção atual da HStern. Achei todos MARA!!

A pergunta principal é: quem pode usar estes brincos “de peso”?

  • A primeira regrinha básica é que maxi-brincos pedem cabelo preso em um rabo-de-cavalo ou coque (super atual, by the way). Sim, porque eles foram feitos para brilhar e não para ficar se enrolando ou sendo ofuscados pelo cabelo. Já que vai dar destaque a eles, mostre-os!
  • Seguindo a mesma regra, resista a vontade de combiná-lo com um colar: com falei antes, a tendência agora é que os brincos reinem sozinhos, além de correr o risco de um colar ficar too much, não é? Se você fizer questão de outros acessórios, opte por uma pulseira ou um anel poderosão, tem uns lindos na HStern também.
  • Preste atenção nas golas e decotes: evite detalhes como babados, laços ou outros elementos que possam interferir com a imagem do brinco. A maquiagem também deve ser mais discreta.
  • Se você for optar por um brinco vintage ou de modelo mais retrô, quebre este feeling com uma roupa mais moderna, severa ou arquitetônica para sair do óbvio e não ficar com ares de fantasiada. Essa regrinha eu uso para tudo na verdade, é preciosíssima!
Brinco candelabro em azul, de pena, comprido de gotas (ideal para baixinhas de pescoço normal) e com gema amarela (para pescoços mais curtos). Todos no Net-a-Porter.
  • Antes de escolher seu “brinco do poder”, observe-se: como é o seu pescoço? E seu rosto e a sua altura? Quem é baixinha deve dar preferência para brincos de formato mais linear, que alongam a silhueta. Além disso, você não deve comprar brincos muito grandes que possam parecer desproporcionais com relação à sua figura.
  • As mulheres “abençoadas” com altura podem se permitir volumes e shapes maiores, porém também devem cuidar com pescoços muito compridos: se usar brincos muito longos e finos vão dar ainda mais ênfase para este detalhe. O melhor para vocês são brincos mais cheios, do estilo candelabro por exemplo.
  • Para mulheres mais maduras não recomendo brincos muito grandes, pendurados ou volumosos: eles envelhecem e podem cair no ridículo. Os mais bonitos para vocês são os clássicos, de pedras únicas quadradas ou redondas (que podem ser maiorzinhas também) ou de pérola.
Colar de concha e maxi-argola de Stella McCartney para a última semana de moda em Paris
  • Muita atenção também para o peso da peça: ninguém merece orelha esticada e quase rasgando com o peso do brinco! Além de doer muito, né? Pelamor, não use um brinco grande se ele for pesado demais ou se seu furo já está prejudicado.
  • A última regrinha é ter cuidado com a cor. Como falei antes, o brinco irá emoldurar o rosto, e portanto, a cor dele é de suma importância pois irá refletir diretamente em sua face. Conclusão? Opte por cores que favorecem sua coloração pessoal!

É isso por hoje queridos, ate a próxima!

Beijocas da Rô.