E começou a temporada de liquidações pelo Brasil, com os primeiros descontos sobre as coleções de verão (que ainda tem muito chão pela frente, heim?)! Eeeeeee!!

Animale, Le Lis Blanc, MOB, Daslu, Zara, Hering e outras já estão com preços reduzidos e, claro, a tentação é grande, não é mesmo?

Porém, nestas horas é que a maior parte das pessoas cometem os maiores pecados fashion, comprando peças por impulso que nunca usarão, que não combinam com seu estilo pessoal, de tamanhos errados, de má qualidade ou somente porque estão com bons descontos.

Por isso, separei algumas dicas para vocês não errarem neste momento:

  • Não vá para a liquidação sem ter em mente o que precisa de verdade. “Dar só uma olhadinha” para procurar o que comprar só vai causar gastos desnecessários no seu cartão de crédito (e, provavelmente, arrependimento depois!). Faça uma limpeza no armário e uma lista do que realmente está fazendo falta e mantenha o foco o máximo que conseguir.
  • A peça deve servir certinho em você, não importa se estiver a 10% do preço original. Ajustes menores como barras e pequenas pences são feitos sem problemas, porém grandes modificações podem nunca deixar a peça da forma que você queria e custam caro.
  • Cuidado também com os defeitos: botões e pequenas descosturas são fáceis de resolver, porém manchas e defeitos de modelagem podem ser incorrigíveis.
  • Não é porque está barato que merece entrar em seu armário, né?Lembrem-se que para entrar lá a peça precisa ser realmente especial, útil e de boa qualidade, ou ficará somente ocupando espaço e prejudicando a visibilidade do que você possui. Para ajudar, faça-se as seguintes perguntas:
    • Você realmente está precisando disso?
    • Onde e quando irá usar? (Se só conseguir imaginar uma ocasião para o uso, respire fundo e deixe-a na loja, ok?).
    • Com que complementos? (Se precisar comprar sapato, cinto, soutien, etc. para poder fazer um look com a peça, esqueça)!
    • Será que você já não tem algo semelhante, que usará nas mesmas ocasiões? Ou da mesma cor/modelo? (Ter 3 sandálias open boot pretas não faz sentido, né?).
  • Cuidado com os itens de tendência. As tendências mudam a cada estação, ou seja, pode ser que este item super em alta agora esteja ultrapassado no próximo verão. Prefira peças atemporais, que sempre serão atuais!

Se for comprar algo fora da lista (que realmente não esteja precisando), que seja de forma consciente, com o brilho nos olhos de quem se apaixonou e não pode viver sem. Mas sem exageros!

Ah, e caso queira uma ajudinha para fazer os melhores achados, economizar tempo e dinheiro comprando as peças certas com o melhor custo x benefício, é só me chamar!

Em nosso serviço de personal shopping lhe assessoro neste processo desde a hora de determinar o que você precisa para os próximos meses para trabalho e lazer, na escolha das lojas onde você irá encontrar o que quer, no gerenciamento do seu orçamento e na prova das peças com dicas de adequação e coordenações possíveis, até determinar o que vale a pena de verdade de acordo com seu estilo, realidade e necessidades.

Vamos conversar? Entre em contato agora!

Abraços,

Roberta Carlucci