Sabe aquela sensação de guarda-roupa cheio sem nada para vestir?

Uma das causas deste sentimento insistente pode ser um guarda-roupa disfuncional, ou seja, cujas proporções não estão ideais para que ele funcione de forma redondinha no dia-a-dia.

Tenho clientes cujo closet é repleto de peças lindas e cheias de personalidade, mas elas não conseguem usá-las tanto quanto gostariam pois não possuem aqueles itens que chamo de conectores: as peças básicas que precisamos para combinar uma jaqueta de paetês com a calça estampada, por exemplo.

Já outras possuem somente peças clássicas e ficam com a sensação de sempre estarem com os mesmos looks, tipo um uniforme, o que com o tempo pode ser meio entendiante, não é mesmo?

Nestes 9 anos de profissão, o que percebi é que um guarda-roupa funcional normalmente tem a seguinte proporção:

70% – suas peças de base

As peças de base são aquelas que você vai usar mais em seu dia-a-dia, que combinam com sua rotina (e os dresscodes associados a ela), com seu corpo, suas cores e que funcionam muito bem para te deixar segura.

Neste guarda-roupa não existe regra, pois as peças-chave de uma pessoa serão provavelmente diferentes para outra: uma calça de couro preta que para mim é chave, por exemplo, para uma cliente mais clássica provavelmente não encaixará tão bem. Uma camisa branca de seda pode ser chave para você, mas para uma estudante mais novinha pode ser um item muito formal e pouco usado.

Tente verificar quais são estas peças que você precisa e gosta de ter sempre no armário e procure montar um esquema de cores que combine entre si e tenha mais tons neutros (preto, branco, marinho, marrom, nudes, verde escuro, bordô, off, cinzas, etc.), afinal eles são mais fáceis de coordenar com tons coloridos e estampas, que estarão nas próximas categorias.

20% – Peças estrelas e conectoras

Como eu falei no início do post, para combinar uma peça estampada com outra de paetês ou para combinar 2 peças coloridas normalmente precisamos do que chamo de peças conectoras, aqueles itens básicos que usamos para “colar” um look. Entre elas podemos citar aquela blusinha branca podrinha, a meia-calça preta lisa, uma jaqueta de couro neutra, um scarpin nude, e assim por diante.

Já as peças estrelas são aquelas que ficam em destaque no look, as chamadas peças statement, como um casaco estampado, um lenço colorido, um colete de pelos, um stiletto vermelho, um cinto cheio de personalidade e assim por diante.

Essas peças são aquelas que dão o “efeito uau”, que fazem o look mas que também são bem marcantes, ou seja, se você só tiver estas no armário o dia-a-dia pode ficar realmente mais complicado.

10% – Peças atualizadoras

As peças atualizadoras são aquelas que darão uma carinha de “agora” para os seus looks, seja em termos de modelagem, cor, estampa ou caimento.

A cada estação a moda nos traz muitas novidades e a tentação de encher o armário com os itens lindos das vitrines é grande. Meu conselho é: resista!

Escolha com calma e de forma consciente as peças que vai privilegiar para atualizar suas produções nos próximos meses, pensando nas tendências que realmente combinam com seu estilo, que podem ser mais usadas nos dresscodes do seu dia-a-dia e no custo x benefício: invista sempre mais nas suas peças de base e menos nestas peças que provavelmente você passará para frente no ano que vem!

E aí, como andam as proporções do seu armário?

Vale à pena analisá-las com calma para ter um acervo que trabalha para você ao invés de trazer frustração logo de manhã. Afinal, em um guarda-roupa bem redondinho, praticamente tudo o que colocar de mais diferente vai funcionar, pois a base estará perfeita e você terá as peças necessárias para fazer seus looks ficarem harmoniosos e com a sua cara!

Com carinho,

Roberta

PS: As proporções e como montar um guarda-roupa funcional que trabalhe a seu favor (e a favor de suas clientes) são o assunto de um dos módulos de nossa formação em consultoria de imagem pessoal! 👗👚👠👜

Se você se interessa por essa área, quer atuar nessa profissão deliciosa ou conhecer melhor as técnicas para aplicar em si ou nas amigas, clique aqui para saber mais! 

Estamos com a última turma do ano aberta, vem!