O post da vez na nossa sequencinha de posts sobre organização de guarda-roupas é sobre técnicas de agrupamento das peças, para que seu armário fique o mais prático e harmonioso possível.

Agrupando as peças

Existem três maneiras mais comuns de se organizar o closet: separando as peças por ocasião (tipo um espaço de roupas de trabalho, outro com as coisas da academia,  de lazer, e assim por diante. As roupas pertencentes a cada ocasião ficando sempre juntas), separando por tipo (calças com calças, blusas com blusas, etc.) ou separando por cor (o armário todo, independente do tipo de peça ou ocasião, é em degradê de cores, como normalmente são organizadas as araras de lojas).

É possível combinar mais de uma, e dá, claro, para misturar as três: nos cabides, por exemplo, por tipos de roupa (vestidos pendurados juntos, casacos, camisas, etc.), nas gavetas por ocasião (pijamas, roupas de praia, de academia, acessórios de festa separados dos acessórios do dia-a-dia, etc., um em cada gaveta) e nas pilhas de camisetas ou blusinhas, pilhas separadas para cada cor (tipo uma de camisetas brancas outrade tons de bege, outra de cores coloridas em degradê, etc.). Porém é importante escolher algo que seja intuitivo e que você lembre depois, para não se confundir toda nos dias seguintes e poder manter seu guarda-roupa arrumado.

Ou seja, escolha o que mais se adapta à sua rotina, com o seu espaço, com o seu humor e mãos a obra, pois o importante mesmo é o seu guarda-roupa estar sempre organizado, harmonioso e  “visualizável”, não é mesmo?

Ah, para as duas primeiras técnicas, é importante também organizar as peças por cor dentro dos grupos, sempre do mais escuro para o mais claro: camiseta mais escura embaixo, mais clara em cima. Camisa mais escura a esquerda do cabideiro, mais clara mais a direita. Da meia mais escura para a meia mais clara, etc.

No próximo post da sequencinha falarei sobre como escolher onde vai o que dentro do seu closet. Não percam!

Beijocas,

Roberta