Um dos segredos que ensino à minhas clientes durante a consultoria e que todas adoram é o truque da 3a peça, que é super simples mas tem um efeito incrível sobre qualquer produção.

O truque é o seguinte: sempre que adicionamos uma 3a peça a um look, subimos a formalidade dele, tornando-o mais interessante e elegante.

Cardigan, blazer, colete, lenço, trench-coat…inspirem-se!

Imagine só o look mais clássico de todos: calça jeans + t-shirt. Se adicionarmos a ele uma jaqueta de couro, ou blazer, uma echarpe ou um colar…voilá! Teremos um look um grau mais formal e mais completo, sem perder a simplicidade e com o mínimo de esforço.

Um vestido de malha pode ser transformado com um foulard colorido amarrado como maxi-colar (tem um vídeo meu de como fazer aqui), um look de trabalho com calça social + camisa fica mais interessante com um casaqueto ou cardigan, nem que seja amarrado sobre o ombro, um look de saia longa com blusinha de alça será complementado por um cintão, e por aí vai.

São terceiras peças: blazers, cardigans, coletes (ótimas 3as peças de verão), jaquetas, casaquetos, spencers, boleros, lenços, echarpes, foulards, colares (de efeito) e por aí vai. A sobreposição de camisa por cima de blusinha também vale.

Alguns itens que também complementam os looks e já valem como uma pitada de “interessância” são um cinto/faixa, relógio (bonitão!), brincão, pulseiras/braceletes, broche, chapéu, bolsa, maxi-óculos escuros, detalhe na cabeça (gancho, flor, lenço), um sapato de efeito (colorido, metalizado, etc.) e assim por diante.

E esta regrinha também vale para os meninos (eba!): camisa sobre camiseta, blazers e jaquetas, suéteres amarrados no pescoço, coletes, cardigans e afins, sem contar com um bom relógio, óculos ou chapéu, todos são super “upgraders” de look, além de serem uma ótima oportunidade para adicionar novas texturas, cores e estampas às produções masculinas – normalmente mais básicas -, não é mesmo?

Enfim, esta é uma regrinha bem fácil e eficiente, que garante um acabamento final ao look.

E agora, vamos colocar em prática? 😉

Beijocas,

Roberta Carlucci