Quando o dia amanhece chuvoso, bate aquela preguiça geral e a gente sente até uma falta de criatividade para pensar no look. Sim, porque além do guarda-chuva, temos que pensar também em uma roupa que não nos deixe na mão neste clima “hostil” e que nos permita chegar sãs e secas em casa ao anoitecer, não é mesmo?

Pensando nisso separei algumas diquinhas práticas para facilitar a vida de quem precisa encarar a chuva com mais dignidade. Confiram!

Apostem:

  • Trench Coat: dia de chuva é perfeito para tirar o trench coat do armário e jogar por cima de tudo para um look prático e elegantérrimo!
  • Jaquetinhas: casaquinhos ou jaquetas de tecido impermeável, daquelas de nylon mesmo, são uma ótima pedida para proteger o corpinho da umidade e do frio.
  • Melissinhas ou galochas: as sapatilhas da Melissa são perfeitas para dias molhados, pois por serem de plástico, manterão os pézinhos protegidos durante o dia todo. E as galochas, para quem gosta, idem!
  • Cabelos presos: nada pior do que ficar com os cabelos bagunçados, embaraçados e molhados, com cara de quem encarou um furacão! Em dias de chuva normalmente venta, ou seja, o cabelo à prova de mau-tempo é presinho em coque, rabinho de cavalo, trança e afins. Ah, e penteados presinhos costumam durar bonitos o dia todo, pensem que bom!
  • Lenços: no pescoço ou até mesmo amarrados na cabeça enquanto anda de um lugar para outro, o lenço de seda, além de ser super charmoso, pode proteger do frio e manter os cabelos menos arrepiados. Que tal?
  • Bolsas com alças de ombro: nada de sair com bolsas ou pastas que ocupem as mãos. Em dias chuvosos é importante ficar com as mãos livres, já que uma vai carregar o guarda-chuva e a outra precisa ter mobilidade para pegar coisas ou porventura chamar um táxi. Evite também carregar mais de um volume, ou seja, levem consigo somente o estritamente necessário!

Evitem:

  • Sapatos de camurça ou nobuk: o couro não é um material que conversa bem com a água – ele logo danifica, demora para secar, mofa ou mancha – ou seja, melhor deixar os sapatos do material em casa nos dias de chuva. O mesmo vale para calçados de tecido, pelinhos, lantejoulas e afins. Se não quiser usar Melissa, aposte em calçados envernizados, que deixarão a água do lado de fora e garantirão pézinhos secos até o final do dia.
  • Sandálias abertas e saltos finos: ninguém merece ficar com o pé molhado e gelado em dia de chuva, né? Sem contar com a sujeira que pode acabar alcançando seus pés caso saia com sandália aberta, que não protege os dedinhos da água. Saltos finos também não são recomendados, pois se a chuva apertar você poderá precisar correr, sem contar que piso molhado fica mais escorregadio, convidando acidentes. Prefira as anabelas (com solado anti-derrapante), as sapatilhas ou os saltos mais grossos mesmo.
  • Roupas claras: chuva, vento, poças e sujeira não combinam com roupas brancas e nem claras, mais sujeitas a “atrair” respingos e manchas durante o dia. Prefira as roupas mais escurtas e, se precisar dar um toque de cor para levantar o humor, invista nos tons vibrantes ou em acessórios coloridos como echarpes, lenços, colares ou um guarda-chuva bem colorido, que tal?
  • Barras longas e vestidos compridos: existe coisa mais horrível do que ficar com a barra da calça ou do vestido molhada e suja o dia todo? Até deve existir, mas são poucas, viu? Rsrsrs Prefira as calças com a barra no lugar (pelo menos 1cm no chão), bermudinhas e vestidos acima do joelho, ou seja, à prova de poças e afins!
  • Bolsas abertas: o ideal em dias de chuva é carregar bolsas que fechem por completo, para não permitir que suas coisas molhem quando não puder (ou quiser) abrir o guarda-chuva ou caiam da bolsa quando precisar dar aquela corridinha básica para fugir dos respingos. Deixe a sua Neverfull em casa e lembre-se de fechar bem os zíperes! 😉

E aí, alguém mais tem dicas boas para encarar os dias de chuva? Compartilhem com a gente! 😉

Beijocas,

Roberta Carlucci