Tem dias que a gente acorda se sentindo mulherzinha, né? Dá vontade de tirar aquela saia mais rodada do armário, fazer um penteado mais fofito ou apostar em uma estampa bem delicada para aflorar este lado que, na correria do dia-a-dia, às vezes fica esquecido.

Para algumas pessoas, porém, isso pode ser mais difícil na prática, por não ser natural de todos os estilos e personalidades. Por isso, especialmente em ocasiões onde queremos estar mais românticas, como o dia dos namorados ou aniversários de namoro/casamento, algumas dicas são bem vindas para dar aquele help.

Vejam só!

[love_list]

  • Não existem peças mais mulherzinhas do que saias e vestidos!

[/love_list]

Na dúvida, opte por eles! Homens não costumam usá-los (pelo menos aqui no Brasil, rsrs), então saias e vestidos são peças exclusivamente femininas e que trazem esta mensagem de forma instantânea. Do comprimento midi, muito sofisticado e lady, ao mais curtinho, um pouco mais sensual, opte por uma peça que lhe cai bem e na qual você se sente segura.

[love_list]

  • Cinturinha marcada é um must

[/love_list]

Se a saia ou vestido tiver a cintura marcada então, é look feminino na certa! Afinar a cintura é a dica para deixar o corpo mais curvilíneo, gracioso e, consequentemente, mais delicado.

[love_list]

  • Cores & estampas delicadas

[/love_list]

Tons pastel (rosé, rosa bebê, verde clarinho, azul bebê, salmão, pêssego, etc.), mais clarinhos (bege, cinza, rosa, amarelo claro, etc.) e estampas delicadas  (florais, estampas miúdas, estampas fofas, poás, etc.)  também passam uma informação romântica e feminina.

[love_list]

  • Tecidos femininos e fluídos

[/love_list]

Quando optamos por tecidos mais molinhos, que acompanham o formato do corpo e que criam mais movimento, acabamos por ficar mais femininas também: seda, crepe, malhas, jérsey, viscose e assim por diante. E, seguindo a lógica das saias & vestidos, aqueles tecidos que os homens também não usam acabam entrando neste hall também. São eles: seda, zibelina, organza, renda, peles e afins.










[love_list]

  • Detalhes fofos

[/love_list]

Sabe aquela moda de estampas ursinho, passarinho, coraçõezinhos e afins? E detalhes de babados, como o peplum? Lacinhos no sapato, na roupa? Mais femininos, impossível!

[love_list]

  • Cabelo solto, coque, trança

[/love_list]

Os cabelos soltos, caindo sobre o rosto ou com bastante movimento, além de coquitos & tranças de todas as alturas e jeitos são um símbolo da feminilidade. Quando quiser fazer um charme ou conquistar a cara-metade, estes são os penteados mais indicados! 😉

Ah, e flores ou tiarinhas no cabelo? Muuuito românticas…

[love_list]

  • Calçados com o pé de fora

[/love_list]

Sandálias, sapatilhas e scarpins, mesmo quando de cores mais escuras ou ousadas, acabam sendo calçados mais femininos também, mas de diferentes formas: enquanto as sapatilhas são mais românticas, o scarpin stilleto, por exemplo, tem uma pegada mais poderosa, mas ambos são coisas 100% do sexo feminino, né?

[love_list]

  • Acessórios delicados

[/love_list]

Brincos de bolinha, pontos de luz, colares de pérola, correntinhas delicadas, pulseiras bem fininhas, detalhes de lacinho, florizinhas e afins ajudam e muito aqueles looks que estão com falta de “feminices”. Bolsas menorzinhas, clutches, carteiras e de cores femininas também são ótimas opções.

O segredo para não exagerar no efeito mulherzinha e ficar muito óbvio ou passar uma mensagem de vulnerável é equilibrar as referências no look, optando somente por uma ou duas de cada vez ou coordenando-as com peças mais masculinas (calças, blazers e alfaiataria em geral, por exemplo), estruturadas, de cores mais escuras e afins. Quando conseguimos comunicar esta mensagem de forma inusitada é que o look fica mais interessante, né?

E que tenhamos mais orgulho de sermos mulheres de verdade, no look e na vida!

Beijos e bom final de semana,

Roberta