Como uma peça cara pode sair mais barata do que uma peça-pechincha

Como uma peça cara pode sair mais barata do que uma peça-pechincha

Pois é, a moda tem dessas: às vezes pagamos super barato numa peça, tipo uma pechincha, mas aquele item consegue sair mais caro do que outro no qual investimos muito mais. Como pode?

É só levarmos em conta o custo por uso, ou melhor, a famosa regrinha do custo x benefício.

Pensando de forma prática, funciona mais ou menos assim: se você pagou R$ 50 em uma blusinha que usou somente uma vez, ela lhe custou R$ 50 por uso. Mas, se você pagou R$ 500 em uma peça que já usou mais de dez vezes, esta peça tem um custo por uso menor do que R$ 50, né? Então, de acordo com esse raciocínio, saiu mais barata do que a blusinha de R$ 50, além de ser bem mais versátil, já que foi usada tantas vezes e provavelmente de diferentes formas e em diferentes coordenações.

Shopaholic

E são estas peças que temos que ter mais no armário: peças que de multiplicam possibilidades e que temos vontade de usar muitas vezes. Elas não necessariamente precisam ser mais caras, mas com certeza possuem uma qualidade melhor e funcionam muito com o que você já tem no armário, somando e não subtraindo na hora que você for se vestir. Sem contar que, de acordo com nosso cálculo, elas também compensam muito mais financeiramente! 😉

De que adianta sair comprando um monte de peças que você só irá usar uma vez? Ou pior, vão ficar com etiqueta no armário? Essas últimas são as piores, porque são dinheiro rasgado e você ainda vai ficar com peninha de dar, afinal estão novas, não foram nem aproveitadas por você mas irão ficar entulhando o armário e tirando espaço daquelas que realmente poderiam fazer a diferença.

O risco de comprar este tipo de peças aumenta em épocas de liquidação e em viagens, onde o senso de oportunidade nos faz muitas vezes comprar por impulso. Aquele velho pensamento de “ah, mas está tão baratinho, depois dou um jeito de usar…” é rei das compras erradas, então é importante manter o foco e pensar no que você precisa de verdade e vai combinar com o que já tem. Tipo: ao invés de ter 3 blazers de malha coloridos, que daqui a pouco irão sair de moda, melhor investir o valor dos 3 em um de alfaiataria branco, preto, marinho ou cáqui, que você poderá continuar usando daqui a 5 anos e com uma infinidade de looks, pois são cores que combinam com TUDO.

No fim, não só na hora de se vestir mas também na hora de comprar, menos quantidade é quase sempre sinônimo de mais sucesso! 😉

Beijos,

Roberta

Escrito por Roberta Carlucci

Personal Stylist/Consultora de Imagem de pessoas do mundo real, referência em imagem & estilo no sul do país, autora deste blog e agora também mãe da Stellinha!

Artigos Relacionados

Compartilhe!