Escolher a bolsa para o ambiente profissional pode ser um desafio e é um processo importantíssimo da definição do guarda-roupa de trabalho, já que elas serão usadas diversos looks, em ocasiões das mais variadas e farão parte da identidade visual da pessoa naquele contexto.

As dúvidas mais frequentes são relacionadas à tamanhos, modelos, materiais e cores, por isso resolvi fazer um post bem focado nestes aspectos e nos principais cuidados que devemos tomar independentemente do dresscode.

A palavra-chave na hora de escolher seu modelo de bolsa para o trabalho é VERSATILIDADE. As bolsas para este fim devem ser curingas, daquelas que cabem com um terninho ou a roupa do dia-a-dia sem sabotar ou informalizar demais o look. Devem ter tamanho o suficiente para caber tudo o que você leva para o escritório (necessaire, iPad, caderninhos e afins) sem ser grande demais ou ficar desproporcional ao seu tamanho, ou seja, para as mais baixinhas e magrinhas, modelos menores, enquanto mais altas e cheinhas, modelos um pouco maiores.

Em termos de cor, recomendo sempre ter primeiro uma preta e uma marrom/caramelo/bege, que combinam com praticamente todas as produções, para depois investir em outras cores que tenham a ver com seu guarda-roupa, como vermelho, marinho, gelo e outras.

O material precisa ser de ótima qualidade, preferencialmente couro, para que ela tenha uma maior durabilidade e seja uma aliada a mais em termos de sofisticação na produção. Pessoalmente acho que a bolsa é uma peça na qual podemos investir mais, já que será usada com diversas produções e em couro e bem cuidada poderá durar por uns bons 10 anos!

Conforme disse no post sobre dresscode de trabalho, mesmo em um ambiente mais informal é importante mantermos o profissionalismo, por isso recomendo sempre evitar peças muito despojadas, cheias de detalhes como zíperes, taxinhas, penduricalhos e outros elementos de tendência que deixarão a bolsa datada e inapropriada para compromissos mais formais.

Ufa, acho que é isso! Vejam abaixo mais alguns modelos bem versáteis que achei por aí:

Espero que tenham gostado!

Beijinhos,

Roberta Carlucci